segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Escolhas e imprevistos

Já repararam como as nossas escolhas influenciam execivamente o nosso dia a dia e a nossa própria vida? Por exemplo, a simples escolha do jantar, pode influenciar a nossa vida de uma maneira inimaginavel: imaginemos que temos bifinhos de peru com cogumelos em casa, mas o que queremos mesmo é uma bela de uma lasanha. Saimos de casa (19:10h) e no caminho para o supermercado, encontramos um/a amigo/a, que nos convida de imediato para um café, e acabamos por aceitar. Ao fim de cerca de 1 hora de conversa, retomamos o caminho do supermercado (20:15h). Inesperadamente, a cerca de 100 metros do mesmo, encontramos um/a amigo/a de longa data, que não viamos à anos, e perdemonos na bela da conversa. quando damos por nós (21:15h), já o supermercado estava fechado. Significa isto que teremos de jantar os ditos bifinhos de peru com cogumelos, que perdemos o jornal da noite e que provavelmente, depois de jantar, não teremos muito tempo para um lazer mais profundo. Caso tivessemos preferido os bifinhos de inicio, jantariamos as 19:10h, veriamos o jornal as 20h e apartir das 21h teriamos um lazer mais calmo. Mas, em compensação, ganhamos pequenas conversas, que nos fizeram pensar se para a próxima não seria melhor jantar-mos as 19:10h. É um exemplo ''exagerado'' e ao mesmo tempo sem razão de ser, tenho consciencia disso, mas na realidade, são pequenas escolhas como estas, que podem mudar a nossa vida de uma maneira que não estamos a espera, mudando a nossa mentalidade, influenciando as nossas futuras escolhas. Afinal de contas, quem sabe se a simplicidade de um café imprevisto não poderá ser mais importante na nossa vida do que um ano de rotina?

1 comentário:

  1. Ta mesmo interessante , e acontece me varias vexes isso xD
    Beijos adorei

    ResponderEliminar